Em 2019 tive o prazer de jogar grandes títulos. Joguei games os mais diversos, de diferentes gêneros, na maioria das vezes no PC. A princípio, este artigo se chamaria “Os melhores jogos de 2019” (em minha opinião), mas como não tenho acesso à todas as plataformas do mercado, resolvi mudar o título para algo menos abrangente. Pois bem, vamos lá.

Analisei, em 2019, um total de 63 games, lançamentos, pertencentes à categoria “Reviews“. Também publiquei reviews de jogos que não eram lançamentos, pertencentes à categoria “A Fila Anda” (foram 6 jogos, aqui).

Metro Exodus

Somados todos os jogos analisados durante o ano passado, pude constatar que em 2019 publiquei um total de 69 reviews, de jogos de vários gêneros. Vale destacar, é claro, o review de Borderlands 3, o qual foi escrito por meu camarada Bruno Gurgel.

De qualquer forma, fiquei estupefato quando me dei conta da quantidade de jogos que analisei durante o ano passado, principalmente levando em consideração o fato de que trabalho sozinho aqui no XboxPlus.

Mas vamos lá!

Os jogos analisados durante 2019 foram os seguintes (Reviews):

Já em relação à seção “A Fila Anda”, seguem abaixo os links das respectivas análises publicadas durante 2019:

Os melhores

Agora eu gostaria de mencionar os melhores jogos de 2019 (levando em consideração a lista acima, obviamente), e também os piores.

Logo de início, gostaria de recomendar firmemente que você jogue Metro Exodus. Este é, em minha opinião, o melhor game lançado em 2019.

O novo shooter da 4A Games é uma obra prima, com fortíssimas doses de horror, ação, aventura e mistério, inserindo o jogador bem no meio de uma viagem fantástica através de uma Rússia pós-apocalíptica bela e assustadora.

Life is Strange 2 também é altamente recomendável, com sua narrativa forte e personagens extremamente profundos e bem construídos.

Kingdom Come: Deliverance

Hellblade: Senua’s Sacrifice é sensacional, lidando com o tema da saúde mental como nunca vi antes, e Kingdom Come: Deliverance é uma obra prima, um RPG com “R” maiúsculo, o qual, aliás, ainda preciso finalizar.

Far Cry New Dawn é divertido ao extremo, exibindo um mundo pós-apocalíptico bem diferente daquilo com o qual estamos acostumados, e Trials Rising oferece a mesma diversão infindável com a qual os fãs da série já estão acostumados (sem falar no seu sensacional editor de pistas).

Tom Clancy’s The Division 2 também é imperdível, para quem aprecia um bom shooter cooperativo e/ou tático, e Close to the Sun é um verdadeiro must have para todos aqueles que se encantaram com a franquia BioShock e com temas similares (não que o jogo seja um clone, que fique bem claro).

The Division 2

A Plague Tale: Innocence foi uma das maiores surpresas de 2019 para mim, apresentando uma narrativa forte, visceral, além de belíssimos gráficos, em um cenário tomado pela praga e por elementos sobrenaturais. Verdadeiramente imperdível.

RAGE 2 é extremamente indicado a todos os fãs do trabalho da id Software e da Avalanche Studios, e que apreciam jogos de mundo aberto, carnificina e muita maluquice.

Rebel Galaxy Outlaw é um verdadeiro petardo, indicado a todos os jogadores fãs de títulos com temática espacial, sem falar que a pilotagem das naves, aqui, principalmente durante os combates, é bastante simples (e que bom!).

Rebel Galaxy Outlaw

Devil May Cry 5 é um dos melhores jogos da famosa franquia, apresentando inclusive algumas surpresas ao jogador, e Draugen é uma aventura repleta de mistérios e de belezas, capaz de fazer com que qualquer jogador se perca em meio a seus belos cenários e personagens riquíssimos.

Control é uma verdadeira obra prima da Remedy, talvez o melhor jogo da desenvolvedora até hoje, e Beyond: Two Souls é uma verdadeira obra prima da Quantic Dream, apresentando personagens e enredo fortíssimos, tudo isto em meio a acontecimentos que têm tudo a ver com o sobrenatural.

O novo Call of Duty: Modern Warfare mostrou que a série ainda pode render bons frutos: temos aqui um jogo de primeiríssima qualidade, com um multiplayer sensacional e uma história muito mais do que digna de nota.

Call of Duty: Modern Warfare

Agora, Red Dead Redemption no PC está simplesmente sensacional! A história de Arthur Morgan e sua gangue é imperdível, sem contar com a enorme experiência da Rockstar na criação de enormes e vivos mundos abertos, repletos de coisas para fazermos. Se você gosta do estilo, não titubeie: adquira o quanto antes!

Red Dead Redemption 2 - PC

Mosaic também é um grande indie game, o qual lida com a monotonia, a repetitividade e a robotização que muitas vezes invade nossas vidas e a vida da sociedade como um todo. Uma pequena joia lançada sem muito alarde, mas que vale toda a sua atenção.

E se você gosta de bons jogos de terror, não deixe de jogar Silver Chains, uma verdadeira joia rara, capaz de provocar bons sustos em qualquer um.

Fique longe

Agora vão aqui algumas recomendações de jogos que você deve manter distância, em minha opinião. Encabeçando a lista, está uma das minhas maiores decepções de 2019: Everreach: Project Eden.

O jogo, que tinha tudo para dar certo, que possuía um enorme potencial, além de gente de peso nele trabalhando, se mostrou um grande fiasco, com falhas gritantes, bugs, problemas de desempenho e uma história bastante fraca.

Eu, que esperava pelo menos algo como um “Mass Effect com baixo orçamento”, fiquei bastante decepcionado. Fique longe também de Decay of Logos, de Feather, e de Layers of Fear 2.

Finalizando

Gostaria também de agradecer às assessorias de imprensa, às desenvolvedoras e publishers e também à Nuuvem e ao GOG: todos forneceram jogos para review aqui no XboxPlus. Muito obrigado, pessoal, pela gentileza.

Até a próxima pessoal!

Pin It on Pinterest