Um dia qualquer em Assassin’s Creed Valhalla. Navego por rios de um antigo reino. Meu machado sedento pulsando está. Um dia qualquer em Assassin’s Creed Valhalla – Deuses acima, estejam ou não, guerreiros caídos, eu hei de deixar.

Assassin’s Creed Valhalla

O sangue que espirra em meus olhos soturnos, reflete aquilo que jaz nas paredes. Velhas paredes, antigos salões, onde monges tementes se agacham com medo.

Assassin’s Creed Valhalla

Guerreiros amigos, a meu lado estão, e glória é o alvo que temos em mente. Silêncio quebrado, pelo brandir do aço, que brilha potente, enquanto o fogo assombra.

Assassin’s Creed Valhalla

Caos e violência é aquilo que temos, e entregamos sem medo, a quem quer que se apresente. Um dia qualquer, em Assassin’s Creed Valhalla. Um vilarejo silente, aos gritos acorda.

A luta adiante, sei que nada mais é, que um dia qualquer em minha vida de guerra. Uma vida marcada, por golpes aos montes, entre pausas noturnas para goles e amor.

Assassin’s Creed Valhalla

Um dia qualquer entre um reino e outro, sei que nada terei, se não for sobre os mortos. E um dia qualquer entre vivos e mortos, sei que nada mais é, que uma preparação.

Para o momento final, em que afiada lâmina, enfim me levará, até os portões do Valhalla.

Pin It on Pinterest