Ultimamente, existe uma série de títulos e franquias de corrida que primam bastante pela simulação. Recentemente, aliás, analisei aqui mesmo no XboxPlus um jogo pertencente a tal gênero, o de simuladores de corrida: DiRT Rally 2.0, um título extremamente difícil, bastante complexo mesmo (porém excelente).

Entretanto, muitos jogadores buscam constantemente por jogos de corrida mais “fáceis”, menos simuladores e primando mais pela diversão pura e simples. Por games que permitam belas e longas sessões de jogatina descompromissada, sem a preocupação com ajustes finos nos carros, com amortecedores quebrados, com sistemas de danos realistas ao extremo.

Muita gente quer apenas sentar em frente à televisão (ou ao computador) e desfrutar de algumas partidas rápidas, cativantes, através de jogos bonitos, carismáticos e desprovidos de elementos complicados e, para muitos, chatos ao extremo.

E Xenon Racer, jogo de corrida desenvolvido pela italiana 3DClouds (de All-Star Fruit Racing), pode muito bem representar uma boa opção para quem está em busca de tal tipo de jogo. Trata-se de um game de corrida futurista, ambientado no ano de 2030 (trata-se, acima de tudo, de um título arcade, para a alegria de muitos jogadores).

Em tal ano, todos os fabricantes do mundo se reuniram e decidiram que havia chegado o momento de criar um campeonato para o teste de novas tecnologias. Para evoluir as corridas do futuro e também, quem sabe, para aplicar tais novas tecnologias nos veículos utilizados fora delas.

Xenon Racer

Uma nova tecnologia foi também desenvolvida por tal grupo. Ela se chama SRE, ou “Sistema de Recuperação de Energia”, e através da mesma, os carros podem acumular energia cinética durante as derrapagens (ou drifts), e então utilizá-la para impulsos (ou boosts) verdadeiramente insanos, capazes de elevar a velocidade a mais de 350 quilômetros por hora. Uma das propostas de Xenon Racer, aliás, é apresentar uma espécie de esporte automobilístico do futuro, com carros elétricos capazes de utilizar um turbo movido a gás xenônio.

O jogo é muito divertido, e bem estilo arcade, mesmo. Esqueça qualquer tipo de simulação (ou semelhança com tal gênero – apesar de que eu adoro Euro Truck Simulator 2 e Bus Simulator 18, por exemplo). Esqueça também de ajustes finos, delicados, complicados.

Xenon Racer

Xenon Racer até permite que você mexa em alguns elementos dos carros, mas isto se resume a alterar poucas coisas, como por exemplo a configuração de aerofólios, trocar as rodas, os pneus, etc. Tudo isto para, vale ressaltar, aprimorar e ajustar os carros tendo em vista os desafios/pistas que teremos pela frente, pois cada carro conta com seus respectivos valores no tocante a velocidade máxima, aceleração, nível de derrapagem/drifts, dirigibilidade/manuseio, velocidade de recarga do impulso/boost, duração do impulso, potência do impulso, etc.

O game também permite alterações cosméticas nos carros, e aqui, entretanto, as possibilidades são enormes. É possível alterar cores e aplicar padrões variados a diversos elementos dos carros. É possível personalizar desde o para-brisa até as rodas, passando pela carroceria, pelos aerofólios, etc. É muito bacana, e você pode sempre ir até a oficina antes de cada corrida, de maneira tal a correr sempre com um carro “diferente”.

Em Xenon Racer é de suma importância dominar a “arte do drifting”. Sem isso, você não conseguirá prosseguir e vencer as corridas. Mas calma porque o procedimento é bastante simples. Existem duas maneiras de derrapar nas curvas (ou fora delas): você pode tanto dar leves toques no freio enquanto solta o acelerador, ou então “brincar” com o acelerador (e este é o meu modo preferido).

É bastante simples: basta acelerar e desacelerar bem rapidamente, pressionando e soltando o acelerador, com leves toques (ao mesmo tempo em que faz com que o carro vire), e o veículo irá realizar belos drifts.

Xenon Racer

As derrapagens, aliás, são essenciais para recarregar o SRE (Sistema de Recuperação de Energia). É através dele que você pode utilizar os impulsos, ou boosts, e fazer com que o veículo atinja velocidades verdadeiramente altíssimas. Ou seja, derrape para não perder velocidade nas curvas e ao mesmo tempo recarregue as baterias que acumulam energia cinética para futuros boosts. E assim por diante.

No momento em que o boost é ativado, aliás, você perceberá inclusive que o carro fica mais difícil de manobrar: a dirigibilidade fica, digamos, mais “dura”, o veículo fica um tanto quanto instável, e nas curvas, o perigo de batidas ao utilizar tal sistema é sempre maior (mas isto não quer dizer que você deve deixar de utilizá-lo nestes momentos: basta ficar de olho no mapa, no canto superior direito, e verificar se a próxima curva é muito fechada ou não).

Xenon Racer

É possível derrapar nas curvas para passar através das mesmas em altíssima velocidade e, assim, não perder posições para os outros competidores. Mas todo o cuidado é pouco: o carro sofre danos a cada batida, seja no guard-rail, seja em outros veículos. Um indicador relacionado é exibido no canto inferior esquerdo, e assim que ele chegar a zero, um novo carro entra em ação e é posicionado bem no meio da pista.

O problema, aqui, é que você pode perder posições muito rapidamente, a não ser que estivesse, antes do “crash”, bem distante dos outros competidores (a distância entre você e seu oponente mais próximo é sempre exibida em tela).

Xenon Racer não conta com um sistema de danos muito realista, além disso. O carro vai sofrendo danos ao longo de cada corrida (mas a cada nova pista você tem um carro totalmente novo em mãos), e tais danos são vistos em sua carroceria, por exemplo. Você percebe claramente os amassados, os riscos, os danos em si. Mas isto é algo apenas visual.

Xenon Racer

De maneira alguma a dirigibilidade será afetada, e o máximo que pode acontecer é você “zerar a vida” do seu veículo e ter de ser reposicionado bem no meio da pista, sofrendo então todas as consequências disto, como por exemplo a perda de posições.

Os gráficos de Xenon Racer são muito bonitos. O jogo utiliza a Unreal Engine 4, e entrega gráficos de altíssima qualidade. O design dos carros também é muito bonito: todos eles possuem um aspecto bastante futurista, mesmo, muito de acordo com a proposta e a “história” do título.

Vale também ressaltar como funcionam as corridas em Xenon Racer. Você participará de corridas em diversos locais do mundo, através do modo “Xenon Racer Championship”, como por exemplo Estados Unidos, Canadá, Dubai, Japão, França e China.

Em cada país, existe um determinado número de pistas que deve ser ultrapassado, sendo que existem variações no que diz respeito ao seu posicionamento/desempenho no final de cada circuito (primeiro lugar, terceiro lugar, etc). Atingidos tais pré-requisitos, você então passa para a fase seguinte e tem de encarar novos desafios.

Xenon Racer

Vale também a pena lembrar que existem tanto corridas contra oponentes controlados pela inteligência artificial do game, quanto corridas em que você deve vencer o tempo, atingindo checkpoints antes que o tempo exibido em tela se esgote.

Xenon Racer também conta com um modo de “corrida rápida”, através do qual é possível escolher o país, a pista, as condições meteorológicas e a quantidade de voltas. Isto sem falar no multiplayer, é claro, o qual funciona tanto online quanto localmente, em tela dividida. As corridas no jogo da 3DClouds podem acontecer de dia ou de noite, e isto também inclui dias ensolarados ou com sol encoberto (faltou aqui uma opção para dias chuvosos).

O jogo também conta com um muitíssimo bem vindo “modo fotografia”, o qual permite a captura de belas screenshots com a devida aplicação de filtros e efeitos diversos, além de várias opções no tocante à câmera.

Posso também estar sendo um pouco chato aqui, mas depois do que já vi em jogos do mesmo gênero (simuladores ou não), acho que faltou uma opção “replay” em Xenon Racer. Veja, até existe um replay de cada corrida, mas este é automático, e apenas mostra alguns highlitghts da mesma. Não existem controles que nos permitam alterar o ângulo da câmera, avançar ou retroceder, por exemplo. Mas tudo bem.

Xenon Racer

A inteligência artificial do jogo também é digna de nota: você percebe facilmente os oponentes tentando te jogar contra o guard-rail ou então tentando te fechar. Eles, aliás, não perdem tempo nas curvas, e usam os mesmos recursos e tecnologias que o jogador, apenas com mais facilidade e precisão, obviamente.

Além disso, vale lembrar que existem pistas extremamente desafiadoras, as quais você terá de jogar mais de uma vez, escolhendo carros diferentes em cada uma das tentativas, a fim de averiguar qual é o mais adequado. Cada pista possui suas próprias peculiaridades, e os desafios podem ser maiores ou menores, dependendo da perícia do jogador e do carro em uso.

Xenon Racer

Eis aqui um exemplo sensacional de um ótimo game de corrida arcade. Xenon Racer é um jogo muito bonito, extremamente amigável e além de tudo, bastante apropriado para jogar com os amigos, online ou localmente. O título, além disso, conta com uma curva de aprendizado bem curta: muito rapidamente você estará correndo e realizando drifts verdadeiramente insanos, a altíssimas velocidades. Recomendadíssimo!

Ficha técnica

Título: Xenon Racer

Gênero: corrida, arcade, esportes

Desenvolvedora: 3DClouds

Publisher: SOEDESCO

Data de lançamento: 26 de Março de 2019

Plataformas: PC, PlayStation 4, Xbox One, Nintendo Switch

Versão analisada: PC

Dê também uma olhada no trailer de lançamento do game:

Pin It on Pinterest