Worm Jazz (site oficial) é um puzzle desenvolvido por um estúdio independente chamado Inconspicuous Creations. O jogo é, em grande parte, obra do desenvolvedor Yu He, e é uma espécie de mistura turbinada entre Snake (o famoso “jogo da cobrinha”) e Bomberman.

Tudo isto ao som de jazz e de uma chuva cálida, calmante, mesmo, talvez para trabalhar como um contraponto em relação aos crescentes desafios propostos pelo charmoso e belo indie game.

Sobre Worm Jazz

Worm Jazz é um jogo cuja dificuldade vai crescendo, pouco a pouco, até atingir um nível, bem… eu diria que temos aqui um jogo cujos desafios serão bem grandes, para todos aqueles que decidirem encarar seus mais de 50 níveis.

Worm Jazz

O título da Inconspicuous Creations encontra-se disponível para PC, através do Steam, e também para Nintendo Switch. Bom, o simpático puzzle também encontra-se disponível para dispositivos Android, bem como para dispositivos iOS.

Nos dois últimos casos, o jogo possui in-app purchases, para o desbloqueio de mais fases. Porém, adquirindo-o através da Nintendo eShop ou do Steam, você obtém acesso ao jogo completo.

Em Worm Jazz, temos uma simpática minhoca que deve sempre atravessar belos labirintos ao som de jazz. Tal criatura pode até mesmo receber alguns adereços bem divertidos, como chapéus, por exemplo (todos itens cosméticos, veja bem).

O jogador deve sempre tomar extremo cuidado ao perambular pelos labirintos, pois a tal minhoca protagonista vai aumentando de tamanho à medida em que vai comendo as bolinhas cinzentas espalhadas pelos labirintos.

Worm Jazz

Temos aqui, aliás, uma simpática mistura contendo elementos comuns a algumas obras famosas na indústria de jogos eletrônicos. A primeira delas é o tal “jogo da cobrinha”, ou Snake, e a segunda é Bomberman.

Jogando

O jogador deve se movimentar através de uma série de labirintos, todos construídos sobre superfícies muito bonitas, incluindo mármore, grama e areia. O diferencial, aqui, são alguns outros itens comestíveis, além das bolinhas cinzentas.

Worm Jazz

Os labirintos contam com caixas de presentes que envolvem uma maçã dourada, a qual representa a saída, ou seja: ao comer a maçã dourada, você venceu aquele nível.

O grande “problema”, além do crescimento constante da minhoca, o qual pode muitas vezes impedir sua movimentação totalmente (momento em que o jogador pode também desfazer os passos dados, um a um, ou então reiniciar o nível em questão), é que existem minas explosivas espalhadas pelos labirintos.

Worm Jazz

O contato com tais minas representa, é claro, morte certa. Entretanto, existem alguns “modificadores”, no jogo, os quais permitem que lidemos adequadamente com as minas.

Worm Jazz

Bolas verdes também estão espalhadas pelos cenários de Worm Jazz, e podem ser totalmente engolidas pela simpática minhoca. Tais tipos de bolas/comidas permitem que a minhoca protagonista sobreviva ao contato com uma mina.

Devorar e explodir

Ou seja, comer tais bolinhas verdes faz com que a minhoca sobreviva a uma explosão. Há um detalhe, porém: notamos claramente que logo a seguir, ou seja, após a explosão, a minhoca é “encurtada”, passando a ter exatamente o tamanho delimitado pelo ponto onde a comida verde se encontrava em seu (muitas vezes longo) corpo.

Worm Jazz

Para vencer um labirinto, um nível, uma fase, também temos de devorar bolinhas verdes. E para isto, muitas, muitas vezes, somos obrigados a lidar com explosões e coisas do tipo, tudo para abrir passagem (por exemplo, caso haja algum tipo de obstáculo impedindo a minhoca comilona).

Trata-se de um conceito bastante simples, porém muito bem implementado, trazendo à tela do jogador, também, dois “estilos”, “conceitos” e/ou “tipos de jogos” (Bomberman e Snake) conhecidíssimos. Elementos estes bastante familiares aos fãs de videogames, das mais variadas idades.

Worm Jazz

Worm Jazz, além disso, permite que detonações sejam realizadas em cadeias, e isto envolve mais comilança. Tudo depende, aqui, da devoração de bolinhas alaranjadas, as quais funcionam como verdadeiras bombas, também reduzindo o corpo da nossa minhoca de acordo com o local onde estavam posicionadas dentro de seu “estômago alongado”.

O jogo da Inconspicuous Creations é simples de jogar, porém difícil de dominar (que clichê, não?). O fato é que temos aqui um puzzle game repleto de níveis e cheio de charme, além de uma trilha sonora pra lá de carismática.

Algumas considerações finais

Worm Jazz é um título com um preço bem acessível. Ele custa, pelo menos no Steam, R$ 14,49, e você também pode testá-lo, digamos, gratuitamente, através de suas versões para dispositivos iOS e Android.

Trata-se de um game bacana, divertido e desafiador, cujo fator replay, entretanto, é um tanto quanto curto, infelizmente. Porém, vai de cada jogador definir se o valor por ele cobrado cabe em seu bolso e se os desafios propostos valem o investimento.

Claro: trata-se de algo com um preço muito camarada, quero ressaltar novamente. Costumo pagar geralmente valores até bem maiores por uma cerveja de qualidade, por exemplo, e esta dura bem menos do que o tempo gasto dentro dos mundos belos e muito bem inspirados de Worm Jazz.

Eu iria além e diria até que o jogo vale muito a pena, e se você aprecia puzzles e gosta de bons desafios, de quebrar a cabeça e de lidar com jogos que se referenciam em clássicos conceitos e jogos do passado… bem – por que não?

Eis aqui um indie game muito bacana.

Ficha técnica

Título: Worm Jazz

Gênero: puzzle

Desenvolvedora: Inconspicuous Creations

Publisher: Inconspicuous Creations

Data de lançamento: 21 de Setembro de 2020

Plataformas: PC, Nintendo Switch (e também Android e iOS – lançados anteriormente)

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest