A desenvolvedora polonesa CI Games possui uma longa trajetória na tentativa de criação de espécies de “simuladores de atiradores de elite”. A franquia Sniper Ghost Warrior, de propriedade da mesma, já teve seus bons e maus momentos, com Sniper: Ghost Warrior, de 2010, Sniper: Ghost Warrior 2, de 2013, e Sniper Ghost Warrior 3, de 2017.

Em 2019, eis que temos Sniper Ghost Warrior Contracts, lançado para PC (versão que joguei), PlayStation 4 e Xbox One. A empresa abandonou, em Contracts, o vasto mundo aberto de seu antecessor, e apostou em mapas também enormes, totalmente abertos à exploração, mas que acabam forçando o jogador a algo mais focado, mais linear.

Sniper Ghost Warrior Contracts

O jogo, desenvolvido na CryEngine, é muito bonito, e agora baseado totalmente em contratos, lembra bastante a série Hitman, com suas introduções em computação gráfica e com os alvos “cartas marcadas” que devem ser eliminados à qualquer custo, de preferência o mais furtivamente possível.

Enredo

A história acontece na Sibéria, em uma realidade alternativa na qual o país se separou da Rússia e conta inclusive com um Primeiro Ministro, chamado Nergui Kurchatov.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Kurchatov, infelizmente, acabou se aproveitando de seu cargo e da situação como um todo para  acumular riquezas, enquanto o povo siberiano sofria sem nada em suas mãos.

Uma milícia então foi formada, a qual se autointitulou “Lobos Siberianos”. Tal milícia passou, então, a lutar contra o novíssimo governo da ex vasta província Russa.

Protagonista

É em meio ao cenário acima que você, um assassino misterioso sem nome (porém com voz, o que é algo muito bem vindo), é contratado por uma agência também misteriosa, a qual, por algum motivo obscuro, deseja reajustar a escala de poder na região, eliminando determinados alvos chave.

É até mesmo interessante mencionar que o protagonista de Sniper Ghost Warrior Contracts utiliza uma máscara de alta tecnologia, a qual é capaz, dentre outras coisas, de destacar elementos passíveis de interação nos cenários.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Ele também utiliza um traje que lembra bastante o traje de Prophet, em Crysis, o qual proporciona um pouco mais de resistência a tiros, além de evitar sua morte ao cair/saltar de lugares altos (com certas ressalvas, é claro).

Sniper Ghost Warrior Contracts

A cada contrato concretizado com sucesso, podemos adquirir upgrades para a máscara e para o traje, além das armas, tudo com dinheiro e fichas obtidos após a concretização do contrato em questão, valendo a pena lembrar que cada contrato pode possuir mais de um alvo, além de objetivos secundários, como por exemplo download de informações, obtenção de elementos os mais diversos, upload de vírus em servidores, e por aí vai.

Em Sniper Ghost Warrior Contracts, você é conhecido como “Seeker” (ou “Caçador”, de acordo com a tradução em pt-BR), e tem como intermediária a voz de um desconhecido através do rádio, o qual é seu “handler” (lembrou de Hitman?).

Sniper Ghost Warrior Contracts

É seu “handler”, membro da misteriosa agência, quem fornece informações a respeito do contrato em andamento, de novos objetivos e também a respeito dos próximos contratos de assassinato.

Jogando Sniper Ghost Warrior Contracts

Sniper Ghost Warrior Contracts conta com um necessário tutorial, o qual fornece as informações básicas e detalhes a respeito do rifle de precisão, da máscara e do traje de alta tecnologia que você envergará, e também a respeito de elementos como balística, tipos de munição, armas secundárias, etc.

É digno de nota o esforço da CI Games em tentar recriar uma experiência bastante próxima da realidade, digamos. Em Sniper Ghost Warrior Contracts, não basta apenas “centralizar a mira no alvo e puxar o gatilho”: é preciso, antes de tudo, conferir a distância com o binóculo.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Feito isto, é necessário então realizar os devidos ajustes da luneta do rifle, no tocante à distância do alvo, bem como prender a respiração, para maior estabilidade, e realizar as devidas compensações devido à gravidade e ao vento.

As chances de erro, principalmente em locais com muitos inimigos e/ou sob muita pressão, são grandes, mesmo nos níveis mais fáceis do jogo, e você poderá se surpreender com o alto nível de dificuldade de Sniper Ghost Warrior Contracts.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Eu diria que este é o título mais desafiador de toda a franquia, sendo que o protagonista misterioso pode até mesmo utilizar outros tipos de munição, tais como, por exemplo, munição perfurante, munição explosiva, munição eletromagnética (para a desativação de dispositivos eletrônicos), etc.

Ação furtiva

Em Sniper Ghost Warrior Contracts, é essencial permanecermos nas sombras. Escondidos. Fora da visão de inimigos humanos ou de câmeras de vigilância.

Portamos armas “comuns”, digamos, como por exemplo metralhadoras e pistolas, para confrontos mais diretos, mas este nunca é o caminho ideal. Dependendo da situação, sirenes disparam e você se vê rapidamente cercado de soldados inimigos que chegam inclusive a te flanquear (palmas para a inteligência artificial do jogo, aqui). Nestes casos, é muito fácil (além de rápido) morrer.

Sniper Ghost Warrior Contracts

É também essencial prestar bastante atenção a cada disparo. Levar em consideração todos os elementos que mencionei acima, de maneira tal a jamais errar um disparo: uma bala perdida pode, de repente, chamar a atenção do ex-alvo e fazer com que ele soe o alarme, tornando sua vida muito mais difícil.

O protagonista também pode se agachar e até mesmo deitar, antes do disparo, para então preparar seu rifle de precisão e mirar com bastante atenção. Um escaneamento da área com o binóculo também é sempre muitíssimo bem vindo, uma vez que à partir daí todos os inimigos são destacados, e você consegue acompanhar sua movimentação, além de saber com exatidão a distância em que eles se encontram de você.

Aliás, vale destacar a “kill cam” sempre presente na franquia: em tiros certeiros, podemos acompanhar a trajetória da bala até o alvo, com velocidade e nitidez impressionantes. Apenas o efeito “ragdoll” que acontece após a bala atingir o alvo não é lá muito realista, verdade seja dita.

Sniper Ghost Warrior Contracts

O misterioso protagonista e sua máscara

Grandes mapas – Ação linear

Toda a ação em Sniper Ghost Warrior Contracts acontece em grandes mapas. Em grandes áreas, dentro das quais estão localizados os objetivos e alvos de cada contrato.

É possível explorar e chegar a um mesmo local através de diferentes caminhos, mas no fim das contas, o que temos em mãos é algo bastante linear: saiu de cena, como já dito acima, o elemento “mundo aberto”.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Porém, isto não é ruim: com nosso foco em determinadas áreas do mapa, fica mais simples e rápido concretizarmos cada contrato, salvo casos onde a alta dificuldade do jogo “atrapalha”.

O novo título da CI Games aposta mais em algo comedido, centrado, delineado sobre trilhos invisíveis que levam aos objetivos inclusive com a ajuda de um mapa no qual é possível marcarmos pontos de interesse.

Algumas considerações finais

Como já dito acima, o jogo faz uso da CryEngine, e seus gráficos são muito bonitos. Ele rodou suave no meu PC, mantendo os 60 quadros por segundo durante a maior parte do tempo.

Entretanto, existem alguns problemas um tanto quanto chatos em Sniper Ghost Warrior Contracts, pelo menos no computador. Em vários momentos, o cursor do mouse/Windows aparece em tela, acompanhando a movimentação do mouse e atrapalhando bastante quando tudo o que você precisa é prestar atenção no alvo e ajustar sua mira.

Além disso, o sistema de checkpoints de Sniper Ghost Warrior Contracts não é lá muito amigável: ele é ativado apenas quando seu personagem concretiza algum dos objetivos da missão/contrato em questão, sendo que para isto você deve se dirigir a algum ponto de extração. Se neste meio tempo você morrer, por qualquer motivo que seja, terá de repetir tudo o que já foi feito.

Sniper Ghost Warrior Contracts

Também pude notar itens que somem do inventário, como por exemplo medkits, sem qualquer razão aparente, para logo depois reaparecerem. Isto é um grande problema, verdade seja dita, principalmente quando você acaba de receber uma saraivada de balas e está prestes a morrer.

Os controles do jogo, vez ou outra, são um tanto quanto erráticos: o personagem principal pode saltar e se agarrar a beiradas, por exemplo. Mas em algumas situações, pode ser que você não consiga fazer com que ele se solte. Nada funciona. Comando algum faz efeito. Tudo o que resta, então, é recarregar o último checkpoint.

Já em relação ao mapa do jogo, o cursor do mouse teima em não aparecer, por diversas vezes, atrapalhando bastante a nossa vida quando desejamos selecionar algum ponto de interesse.

Também experimentei, infelizmente, objetivos que não eram ativados: em determinado contrato, eu tinha de acessar um terminal, e mesmo com a letra “E” sendo exibida acima do mesmo, mesmo eu pressionando “E” repetidas vezes próximo ao tal terminal, nada aconteceu. A interação não se deu. Resultado: lá fui eu novamente recarregar o último checkpoint. Espero que a CI Games lance algum patch para corrigir todos estes problemas, sinceramente.

Sniper Ghost Warrior Contracts

De qualquer forma, Sniper Ghost Warrior Contracts é um grande jogo. Um “simulador de atiradores de elite” bem interessante e detalhado, além de bonito.

Desafiador ao extremo, além disso, e eu diria que este é o melhor capítulo da franquia até hoje. A CI Games vai continuar tentando, certamente, e eu mal posso esperar pelo próximo jogo da série.

GOG.com - Cópia de Sniper Ghost Warrior Contracts gentilmente cedida para review

Ficha técnica

Título: Sniper Ghost Warrior Contracts

Gênero: Ação, FPS, Sniper, Furtivo

Desenvolvedora: CI Games

Publisher: CI Games

Data de lançamento: 22 de Novembro de 2019

Plataformas: PC, Xbox One, PlayStation 4

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest