Sagrada tem esse nome devido ao fato de ser inspirado na “Basilica de la Sagrada Familia“, em Barcelona, na Espanha. Estamos aqui falando a respeito de um jogo eletrônico baseado em um jogo de tabuleiro.

O jogo de tabuleiro ao qual me refiro, aliás, foi desenvolvido pela Floodgate Games, empresa sediada no estado de Minnesota, nos Estados Unidos. A versão digital do game foi desenvolvida pela Dire Wolf Digital, uma empresa também norte-americana.

O jogo Sagrada a respeito do qual trata este review é, portanto, uma adaptação do jogo de tabuleiro de mesmo nome. E é um game bastante interessante, além de bonito.

De agora em diante, tratarei-o apenas como Sagrada. O jogo está disponível para PC, através do Steam, e também para dispositivos Android e iOS.

Sobre o jogo Sagrada

Com regras bem definidas e até mesmo um tanto quanto complexas, Sagrada é um jogo interessantíssimo. Nele, temos de lidar com dados coloridos e posicioná-los em belos vitrais, todos representando o templo supracitado.

Sagrada - Jogo

Sagrada - Jogo de tabuleiro

O original, em caixa

Trata-se de um jogo que acontece em turnos, seja contra a inteligência artificial, seja contra outros jogadores, online. Temos de prestar bastante atenção no momento de posicionar nossos dados, pois são levados em consideração fatores como “números” e “cores”.

No jogo da Dire Wolf Digital, o qual conta com uma bela e calmante trilha sonora orquestral, temos que criar o vitral mais belo possível.

Digamos que entramos na pele de um “artista”, e se jogarmos sozinhos, iremos combater dois outros oponentes, controlados pela inteligência artificial do título.

Jogando

De acordo com as regras do jogo, devemos preencher o máximo possível de cada vitral. Tudo com belos dados coloridos.

Cada turno do game começa com o recebimento de determinado grupo de dados aleatórios, e devemos então iniciar nossa jogada, valendo a pena destacar que o padrão de preenchimento de cada vitral, em cada partida, é único.

Existem também restrições, na “área de jogo”, ou seja, “impedimentos no tocante ao posicionamento”, e cada dado posicionado deve contar com dados subsequentes, posicionados de forma adjacente.

Quanto às restrições, bem, digamos que não é possível posicionarmos dados adjacentes do mesmo valor ou da mesma cor. Tudo para dificultar as coisas e tornar o jogo mais desafiador, digamos. Por exemplo, um dado não pode compartilhar um canto com outro dado da mesma cor ou número. E assim por diante.

Sagrada - Jogo

Cada partida, cada vitral, conta com dez turnos, e vale ressaltar que existe até mesmo um botão para voltarmos atrás, caso tenhamos jogado de forma errada. Isto antes de clicar no botão para encerrar o turno, que fique bem claro.

Sagrada conta com alguns objetivos privados e públicos. Em relação aos privados, eles podem se referir, por exemplo, a determinados valores específicos que devem ser alcançados apenas com dados de uma mesma cor.

Já em relação aos objetivos privados, estes são bem variados, e incluem, por exemplo, “sets” de algumas cores em determinados lugares dos vitrais, criação de linhas ou colunas sem valores repetidos, etc.

Temos também “poderes especiais”, durante cada turno, os quais podem ser utilizados, por exemplo, para nos tirarem de algum sufoco.

Sagrada - Jogo

Por exemplo, podemos utilizar uma “tool” que aumenta ou reduz o valor de um dado, de maneira tal a que ele caiba em determinada posição. Por exemplo, podemos utilizar tais ferramentas, tais “poderes especiais”, para obtermos jogadas extras quando nada mais havia a fazer com os dados que tínhamos à nossa disposição até então.

Gráficos e trilha sonora

Sagrada conta com gráficos simples porém muito bonitos. Bastante coloridos e iluminados, digamos. Não se trata de nada “estonteante”, belíssimo ao extremo.

Mas o jogo cumpre muito bem com seu papel de representar um jogo físico, de tabuleiro. A Dire Wolf Digital realizou um belo trabalho de adaptação, aqui.

E a trilha sonora é extremamente cativante. Linda, mesmo, incluindo orquestração, coros, sons etéreos e muito bom gosto. Digamos que ela “casa” perfeitamente com a proposta do game.

Algumas considerações finais

Sagrada pode ser jogado online, contra outra pessoa, e também possui modos de jogo locais, para até 4 participantes. O jogo pode representar uma belíssima aquisição para sua biblioteca, e se possível, recomendo que você o adquira para PC, através do Steam (link acima).

Sagrada - Jogo

A versão para PC, além de mais bonita, é mais barata: custa apenas R$ 20,69. E você não precisa ter um PC muito potente para rodar o jogo, além disso. Ele é bastante leve (confira os requisitos mínimos e recomendados em sua página no Steam – link acima).

Posso afirmar que Sagrada é um jogo muito bacana. Eu, que não conhecia o jogo de tabuleiro, agora fiquei extremamente curioso em relação a ele. Recomendadíssimo!

Ficha técnica

Título: Sagrada

Gênero: estratégia, tabuleiro, puzzle

Desenvolvedora: Dire Wolf Digital

Publisher: Dire Wolf Digital

Lançado em: 31 de Março de 2020

Plataformas: PC, Android, iOS

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest