Jenny LeClue – Detectivu é um jogo bastante charmoso, desenvolvido pelo estúdio independente Mografi. No papel principal temos Jenny LeClue, jovem detetive com uma personalidade bastante forte que espera ansiosamente pelo dia em que poderá, finalmente, encarar seu grande e misterioso caso.

Na verdade, o que temos em Jenny LeClue – Detectivu é uma espécie de meta-narrativa. Na verdade, temos no papel principal, digamos, o escritor Arthur Finklestein, o qual é bastante famoso por sua série de livros de aventura, investigação e mistério envolvendo a pequena Jenny LeClue.

Jenny LeClue - Detectivu

Acontece que o editor de Finklestein não está lá muito contente com os resultados das vendas de seus livros, e talvez pressionado pelos leitores/fãs de Finklestein, meio que obriga este último a incluir algo mais, digamos, forte, em seus livros. Um grande mistério, um assassinato, quem sabe.

E é assim que, meio a contragosto, Finklestein acaba alterando o rumo de sua narrativa, em seu último livro, e apresentando ao leitor, ops, ao jogador, uma verdadeira e estupenda história de investigação e mistério.

Jenny vive em uma pacata cidade chamada Arthurton, e devido às últimas “marteladas” de Finklestein em sua velha máquina de escrever, acaba se vendo às voltas com um misterioso assassinato.

Alguém muito importante em Arthurton foi assassinado, em meio a circunstâncias bastante estranhas, e a pequena detetive resolve então arregaçar as mangas e sair em busca do culpado. Ela o faz também principalmente movida pelo desejo de resgatar a reputação de sua mãe, Julie LeClue, a qual foi acusada pelo tal assassinato.

Jenny LeClue - Detectivu

À partir daí, temos uma série de eventos ainda mais estranhos e perambulações por ambientes e cenários bonitos ao extremo. Vale ressaltar que os gráficos de Jenny LeClue – Detectivu foram todos desenhados à mão: tudo é charmoso, elegante, bonito, chamativo. Belo trabalho, este da Mografi.

Obs: este review de Jenny LeClue – Detectivu demorou um pouco para sair devido a diversos problemas que experimentei, infelizmente, em meu PC principal. Devido a isto, também, não tenho todas as screenshots que gostaria de publicar. Me desculpe, caríssimo leitor.

Bem, mas voltando ao game, Jenny LeClue tem então que fazer de tudo para resolver o assassinato que aconteceu na pequena e bucólica Arthurton. Afinal de contas, ela também deseja provar a todos que é uma grande detetive, além de salvar sua mãe das garras da prisão.

Jenny LeClue - Detectivu

O título da Mografi conta com várias oportunidades para que a pequena personagem principal exerça seus conhecimentos em investigação. Afinal de contas, também, sua mãe é uma perita forense, e vivia treinando a filha (talvez já meio que antecipando que algo do tipo pudesse a ocorrer).

Jenny LeClue – Detectivu conta com diversos puzzles, alguns deles bastante intrincados. O jogo também conta com uma aura de mistério bastante grande, logo à partir de seu início, quando controlamos uma misteriosa e sinistra figura que aciona um intrigante dispositivo e mergulha no lago de Arthurton.

Jenny LeClue - Detectivu

Alusões a extraterrestres e/ou a tecnologias oriundas de outras dimensões, digamos, também não faltam no jogo, e o jogador sempre se verá às voltas com algo que deve ser desvendado, com algo que deve ser (literalmente) investigado com uma lupa, com puzzles os mais diversos, com o diário de Jenny e com vários quebra-cabeças.

O jogo também força o jogador a lidar com diversas escolhas, durante diversos diálogos travados entre Jenny e diversos NPCs. Jenny pode optar entre ser rude ou educada, entre mentir ou dizer a verdade, entre este ou aquele modo de ação.

Jenny LeClue - Detectivu

É importante ressaltar, aliás, que dependendo das escolhas que fazemos em tais momentos, o rumo da trama é alterado, e diferentes jogadores podem chegar a finais distintos. Arthur Finklestein, o escritor da história, aliás, marca presença constantemente na mesma, sempre aparecendo e opinando sobre diversos assuntos e até mesmo narrando os diversos acontecimentos traumáticos pelos quais passa a pequena LeClue.

Um grande mistério também envolve a cidade de Arthurton, o qual é também motivo de um esquisito toque de recolher: frequentemente, oscilações energéticas acontecem na cidade, e muitas vezes, ocorrem verdadeiros apagões.

Ninguém sabe ao certo o porquê de tudo isto, mas uma coisa é certa: tudo faz parte de algo muito maior que a própria cidade, de algo que envolve inclusive o terrível assassinato mencionado acima.

Jenny LeClue - Detectivu

Em Jenny LeClue – Detectivu, o jogador também tem de realizar diversas deduções, em uma espécie de puzzle que oferece diversos elementos pertencentes a um caso, os quais devem ser ligados na ordem correta para que tudo faça sentido e o caso em questão seja então solucionado pela pequena protagonista.

Jenny vai evoluindo, ao longo da narrativa, e chega até mesmo a demonstrar um determinado grau de amadurecimento, apesar do jogo não dizer sua idade ao certo. O fato é que somos capazes de acompanhar com bastante clareza sua evolução enquanto personagem principal, até mesmo durante sua difícil relação com Suzie Glatz.

Aliás, vale mencionar que a família Glatz é a mais influente da pequena Arthurton, detendo também o controle sobre as minas de quartzo arthurtoniano raro, material que está inclusive presente na grande biblioteca da Universidade de Gumboldt (a única universidade da cidade, que fique bem claro).

Jenny LeClue - Detectivu

Jenny LeClue – Detectivu conta com uma trilha sonora que brilha bastante nos momentos de mistério e perigo, mas que cai no lugar comum quando estamos em situações mais corriqueiras. Aqui, ela chega a ser enfadonha, infelizmente.

Jenny LeClue - Detectivu

Além disso, o jogo sofre com alguns problemas relacionados aos controles, e apesar dos desenvolvedores terem mencionado que adicionariam mais opções, nada foi feito a respeito, até o momento.

O fato é que devemos controlar a personagem única e exclusivamente através das teclas W, A, S e D. Isto complica bastante as coisas quando temos que manipular a lupa, por exemplo, para identificar itens suspeitos em elementos os mais diversos.

Tudo bem, os controles não são lá tão complexos assim para que um detalhe como este estrague a experiência (e até acabamos nos acostumando), mas suporte a controles, ou pelo menos ao mouse, cairia muito bem, aqui.

De qualquer forma, Jenny LeClue – Detectivu é um excelente jogo de aventura, investigação e puzzles, no qual você poderá se perder por horas e horas a fio, em meio a uma trama interessante ao extremo e sempre apreciando belos gráficos desenhados à mão.

GOG.com - Cópia de Jenny LeClue - Detectivu gentilmente cedida para review

Ficha técnica

Título: Jenny LeClue – Detectivu

Gênero: aventura, investigação, mistério, puzzles

Desenvolvedora: Mografi

Publisher: Mografi

Data de lançamento: 19 de Setembro de 2019

Plataformas: PC, Apple Arcade

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest