Gigantosaurus The Game é um jogo eletrônico baseado em uma série de TV criada pela produtora parisiense Cyber Group Studios e voltado a crianças ainda na pré-escola.

Desenvolvido pelo estúdio espanhol Wild Sphere, o título está disponível para PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch, e foi lançado no último dia 27 de Março, com publicação à cargo da Outright Games.

A Outright Games, aliás, parece mesmo ser especializada em jogos infantis, pois em seu catálogo constam diversas produções apropriadas para os pequenos, tais como, por exemplo, Hotel Transylvania, BEN 10, A Era do Gelo, etc.

Gigantosaurus The Game

Sobre Gigantosaurus The Game

O jogo possui uma enorme simplicidade no tocante às mecânicas e à história, sem contar com a dificuldade: algo praticamente inexistente, salvo raros momentos.

Parece ter sido algo feito verdadeiramente com os pequenos em mente, e qualquer adulto que colocar a mão no título sentirá enorme enfado passados alguns minutos.

Gigantosaurus The Game

Como protagonistas do jogo, temos os mesmos quatro pequenos dinossauros da série de TV criada por Franck Salomé, Nicolas Sedel e Fernando Worcel: Rocky, Tony, Mazu e Bill.

É possível alternar entre cada um dos personagens à qualquer momento, e isto se faz mesmo necessário, pois cada um deles possui habilidades distintas.

Um é capaz, por exemplo, de interagir com determinados mecanismos no mundo de Gigantosaurus The Game. Outro é capaz de empurrar diversos objetos. E assim por diante.

Entretanto, os momentos em que tais necessidades de interação acontecem são extremamente limitados e reservados a situações, digamos, “chave”, do gameplay, o que torna a troca entre os quatro protagonistas desnecessária durante grande parte do tempo.

Gigantosaurus The Game

Há até uma história bacana, no jogo, a qual, infelizmente, foi subaproveitada. Estamos na pré-história, veja bem. Há um certo Giganto que precisa de ajuda, e um meteoro que caiu sobre um vulcão, o que acabou causando diversos problemas aos nossos amigos.

Para atrapalhar mais ainda, alguns raptores roubaram um ovo de dinossauro, o que acaba causando ainda mais problemas. Entram em cena, então, em Gigantosaurus The Game, os pequenos Rocky, Tony, Mazu e Bill.

Gigantosaurus The Game

O jogador deve então sair em busca dos ovos espalhados pelo enorme mundo do jogo, sempre prestando atenção na coleta dos ovos, no “perigo” representado pelas abelhas, nas sementes que podem ser plantadas, etc.

Jogando

O jogo não é difícil. Infelizmente, posso até mesmo dizer que “pegar” este título para analisar foi um erro da minha parte: não é um jogo para mim, se é que você me entende.

Tanto é que, quando constatei que as dificuldades impostas pelo jogo se limitavam a muito pouca coisa, e que quaisquer tipos de danos sofridos pelos personagens eram fácil e rapidamente curados através de folhas esquisitas encontradas em toda parte, liguei logo o modo “fácil”, disponível nas configurações.

Gigantosaurus The Game

Explico: fiz isto para não ter de perder tempo explorando os vastos mapas do game (sim, eles são grandes), e contar com um prático indicador roxo, o qual nos conduz sempre e infalivelmente aos locais certos.

Gigantosaurus The Game pode até ser adorado pela criançada, eu entendo. Mas para quem está acostumado com títulos mais adultos, jogá-lo pode se transformar em uma verdadeira tortura, passado o período de, digamos, uma hora.

Basicamente, temos de transportar ovos de um local para o outro. Temos de encontrá-los e então levá-los até seus respectivos ninhos.

Gigantosaurus The Game

Corridas divertidas

Há até a possibilidade de utilizarmos alguns objetos existentes nos cenários. Por exemplo, podemos usar troncos de árvores mortas para rolarmos de um ponto a outro.

Podemos também usar espécies de “pula-pulas” para nos dirigirmos de forma mais ágil aos locais necessários, e também podemos utilizar folhas para planar suavemente através de correntes de vento ascendente.

Corridas

Entre uma fase e outra de Gigantosaurus The Game, somos felizmente brindados por ótimas corridas. Corridas de kart (pré-histórico), mesmo, as quais me lembraram um pouco até mesmo de Mario Kart 8 Deluxe, para o Nintendo Switch.

Infelizmente, tais corridas são breves, e acontecem somente nestes intervalos: creio que se as empresas responsáveis pelo game tivessem tornado tais corridas mais frequentes, até mesmo através de um modo de jogo desbloqueável, digamos, tudo teria sido muito melhor.

Gigantosaurus The Game

Pois correr, no jogo, é extremamente divertido. São quatro competidores, e temos percursos até que bonitos, além de bastante curvas e obstáculos para desviarmos.

Infelizmente, porém, temos tais “momentos corrida” apenas nos intervalos entre uma fase e outra, valendo a pena lembrar que são cinco os mapas do jogo.

Gráficos e trilha sonora

Os gráficos do jogo são simples demais. Mais parece que estamos jogando um título pertencente à geração anterior de consoles, de tão simplórios que eles são. A água, por exemplo, possui um aspecto extremamente estranho e “chapado”.

Gigantosaurus The Game

Já a trilha sonora, é irritante ao extremo, pois temos a mesma música, sempre, se repetindo, à exaustão. Há também um narrador, o qual “fala com as crianças”: creio até que deva ser algo oriundo da série de TV da Cyber Group Studios.

Gigantosaurus The Game

Nunca assisti a tal série (Gigantosaurus), mas posso garantir que o narrador irrita bastante, até mesmo porque seu modo de falar é claramente destinado ao público infantil. Felizmente, temos a opção de “calá-lo”, através das opções do game.

Algumas considerações finais

Vale também ressaltar que o jogo conta com dublagem em português do Brasil. Entretanto, tal dublagem, em vários momentos, simplesmente desaparece, e aí entra então em cena um determinado narrador falando em inglês (legendas continuam, em pt-BR).

Isto acontece com enorme frequência, o que é bastante chato, como se não bastassem os outros problemas de Gigantosaurus The Game.

Gigantosaurus The Game

A câmera do game, também, é capaz de confundir o jogador, ao não fornecer a ele meios para controlá-la, o que torna tudo mais difícil, digamos.

Bem, se você possui crianças em casa, e possui um console ou um PC para jogos, talvez se interesse por este título. Se ele vale ou não o preço por ele cobrado, dependendo da plataforma escolhida, bem, aí já são outros quinhentos.

Tudo depende do quanto você está disposto a investir, e no quão engajados são seus pequenos em relação a videogames. Talvez, de repente, outros títulos voltados a crianças te atendam melhor, neste caso.

Ficha técnica

Título: Gigantosaurus The Game

Gênero: aventura, dinossauros

Desenvolvedora: Wild Sphere

Publisher: Outright Games

Lançado em: 27 de Março de 2020

Plataformas: PC, PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest