EarthNight pode enganar alguns jogadores, pois parece ser, à primeira vista, um jogo de plataforma em 2D. Na verdade, ele conta com elementos de plataforma, mas à fórmula são adicionados elementos de rogue-like e runner.

Trata-se de um jogo bonito e interessantíssimo, além de extremamente desafiador. Podemos escolher entre 2 protagonistas, um masculino e outro feminino, e grande parte da ação acontece nas costas de dragões gigantescos.

EarthNight

Desenvolvido pelo estúdio Cleaversoft, EarthNight é bastante divertido, apesar de extremamente desafiador. O jogo, além disso, conta com lindíssimos gráficos pintados à mão, muito bonitos e charmosos.

EarthNight

A (curta) história de EarthNight

No jogo, que se passa em um futuro distópico, a Terra foi invadida por enormes dragões, os quais então passaram a dominar o pedaço. A raça humana foi então forçada a abandonar o planeta e a viver em espaçonaves orbitando o mesmo.

EarthNight

Sim, é uma história um tanto quanto maluca, mas tudo no jogo é bastante divertido e simpático, vale ressaltar. O jogo nos coloca no controle de dois protagonistas (podemos optar por um ou outro): Sydney e Stanley, os quais então se lançam espaço abaixo em direção à terra, atravessando diversas camadas da atmosfera, com a missão de acabar com a festa dos gigantescos dragões.

Jogando EarthNight

Durante a tal descida em direção à terra, Sydney ou Stanley, dependendo da escolha do jogador, fatalmente acabarão caindo nas costas de um dragão, e aí o jogo assume ares de um endless runner (o personagem corre automaticamente) e também de um platformer.

Durante o gameplay, podemos (ou melhor, devemos) coletar uma série de “bugigangas”, as quais podem ser inclusive tesouros. Acontece que, talvez, nesta realidade bastante estranha, na qual a humanidade foi forçada a viver no exílio, o ouro e a prata não possuem mais valor.

EarthNight

Bem, podemos controlar a velocidade da corrida dos personagens (preferencialmente, jogue com um controle – no meu caso, utilizei o controle do Xbox 360), através do analógico esquerdo, e também podemos pular (existe inclusive um upgrade que destrava pulos duplos).

EarthNight

Durante a corrida através das longas e ondulantes costas dos dragões (ondulações estas que complicam bastante a nossa vida, nos obrigando a controlar a velocidade adequadamente), nos deparamos com diversos inimigos, os quais podem ser mortos no melhor “estilo Mario”: basta pularmos sobre eles com tudo, valendo lembrar também que há a possibilidade de cairmos com força maior no solo ou no inimigo, causando grande estrago, através de um toque no direcional (para baixo).

O objetivo, em EarthNight e enquanto nas costas dos dragões, é chegar até suas cabeças e desferir golpes de espada, tentando dar cabo dos mesmos.

EarthNight

Stanley, o protagonista masculino, pode utilizar uma espada. Já Sydney utiliza uma espécie de energia benéfica que se manifesta em seus braços, no momento de atacar a cabeça dos majestosos porém perigosos dragões.

EarthNight, além disso, conta com elementos rogue-like: morra e você perderá todo o seu progresso, tendo então de recomeçar toda a brincadeira, desde a última camada da atmosfera. À partir da espaçonave.

EarthNight

É importante destacar que o jogo é bastante desafiador. Cada ondulação nas costas do dragão pode nos lançar para o alto, a alturas vertiginosas, e perigosamente fazer com que tenhamos contato com outros tipos de inimigos, voadores.

Além disso, cada “corrida” é gerada proceduralmente: você jamais encontrará as mesmas ondulações e a mesma disposição de inimigos novamente, independentemente do número de vezes que jogar um mesmo nível.

EarthNight possui comandos simples e fáceis de aprender: difícil é atravessar cada uma das fases e descer cada vez mais em direção à Terra, pois os inimigos são inúmeros e cada dragão faz de tudo para te lançar para o alto e complicar sua vida.

Vale lembrar que, no jogo, todo o tesouro que coletamos durante cada corrida é convertido em água (a moeda do jogo), tão logo terminamos uma fase e retornamos para a enorme nave que funciona coo nosso quartel-general, orbitando a terra.

EarthNight

É aí também que podemos adquirir diversos tipos de upgrades, todos também comprados mediante o uso dos litros de água que foram convertidos após terminarmos uma fase com sucesso. Tudo com a ajuda de um cientista meio maluco porém bastante simpático, o qual guia o jogador durante o processo de aquisição de melhorias e incrementos.

É apenas um tanto quanto complicado adquirir upgrades, pois as quantidades de água necessárias são sempre altíssimas, o que exige, obviamente, um altíssimo desempenho em cada um dos níveis do jogo.

É importante também destacar que antes de aterrissar em um dragão, Stanley e Sydney realizam um verdadeiro mergulho em direção à Terra, durante o qual podemos inclusive observar uma enorme quantidade de dragões também em órbita, o que significa que a dominação das enormes criaturas se estende até as alturas, também.

EarthNight é um game no qual a ação não para. A corrida é automática, e tudo o que o jogador deve fazer é saltar, reduzir ou aumentar a velocidade, matar criaturas pelo caminho, atingir pontos elevados dos cenários (sempre repletos de tesouros que podem ser convertidos em água) e tentar matar o dragão, assim que atingir sua cabeça, desferindo golpe atrás de golpe.

EarthNight

Repare que eu disse “tentar”, acima, pois nem sempre conseguimos matar o dragão sobre o qual estamos, pois ele pode se mexer bastante, complicando nossa vida. E matá-lo não é um pré-requisito para prosseguir: fique tranquilo, mesmo se não conseguir dele dar cabo, você será levado até o próximo nível, sem complicações.

No título da Cleaversoft, existem mais de 35 upgrades passíveis de aquisição e capazes de modificar bastante o gameplay, fornecendo ao jogador meios ainda melhores para correr, pular, eliminar inimigos e dar cabo dos gigantescos dragões.

Gráficos e trilha sonora

Os gráficos do jogo são muito, muito bonitos. Totalmente pintados à mão, eles são o resultado do trabalho do artista Paul Davey, também conhecido como Mattahan. Ele pintou à mão mais de 10.000 frames de arte e animações em EarthNight: um trabalho verdadeiramente hercúleo.

O título passa uma grande sensação de nostalgia. De estarmos jogando, quem sabe, um velho game da época dos 16 bits. Ele também não deixa de ser uma espécie de carta de amor a jogos que tanto nos fizeram felizes no passado.

EarthNight

A trilha sonora em chiptune é obra do compositor Paul Weinstein, também conhecido como Chipocrite. Também extremamente nostálgica, ela “casa” muitíssimo bem com a proposta do jogo e do gameplay, ao mesmo tempo em que é muito bonita e empolgante.

Finalizando

EarthNight, jogo que mescla elementos de runner, rogue-like e plataforma, é verdadeiramente sensacional. O game chega a ser viciante, e você pode se ver até mesmo “preso” em um loop “perigoso” do tipo “vou jogar só mais uma partida”. Recomendadíssimo!

Ficha técnica

Título: EarthNight

Gênero: plataforma, runner, rogue-like

Desenvolvedora: Cleaversoft

Publisher: Cleaversoft

Data de lançamento: 03 de Dezembro de 2019

Plataformas: PC, PlayStation 4, Apple Arcade, Nintendo Switch

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest