Little Nightmares II é o novo jogo de terror da Tarsier Studios. Sucessor do título de 2017, que apresenta ao jogador um mundo repleto de monstruosidades que, ainda assim, é extremamente convidativo.

Little Nightmares II

Agora temos um novo personagem principal. Um garoto, chamado Mono, o qual de maneira bem misteriosa cobre seu rosto com um chapéu.

Six, a protagonista do jogo anterior da série, também se faz presente no novo título, vale ressaltar, e de maneira extremamente marcante.

Little Nightmares II

É difícil não se encantar (pelo menos no tocante aos amantes de um bom jogo de terror com puzzles) pela beleza (sim) do universo criado pela desenvolvedora sueca.

Universo este que foi expandido de diversas maneiras através do novo lançamento, o qual contém muito mais puzzles, muito mais conteúdo, muito mais história (sem palavras, como de praxe), e muito mais horror.

Little Nightmares II

Sobre Little Nightmares II

O jogo está sendo lançado hoje, 11 de Fevereiro de 2021, para PC, Xbox One, Google Stadia e PlayStation 4. Ele ganhará versões para Xbox Series S/X e PlayStation 5, até o final de 2021, com updates gratuitos para quem adquiri-lo nas versões PS4 ou Xbox One.

Little Nightmares II é um jogo de puro horror. Ele nos apresenta a um universo de pesadelos, o qual não tem nada de pequeno, tanto em termos de escopo quanto em termos de narrativa e desenvolvimento de personagens.

E tudo isto, vale lembrar, sem o uso de qualquer linha de diálogo. Temos, sim, aqui, uma pura história sem palavras, a qual é plenamente compreensível do início ao fim.

Little Nightmares II

O horror, aliás, acompanha o jogador do início ao fim da jornada, a qual pode durar algo entre 5  e 10 horas, dependendo do perfil da pessoa e de seu estilo de jogo.

Estamos diante de um mundo que parece ter sido engendrado por alguma mente extremamente diabólica. Um mundo perverso, o qual os dois personagens principais, Mono e Six, percorrem de maneira bastante assustada.

Obs: é sempre importante frisar que o jogador controla apenas Mono, o garoto.

Little Nightmares II

O mórbido necrotério…

Há uma transmissão contínua, gerada por uma misteriosa e monstruosa torre distante, a qual pode ser vista ocasionalmente, durante o gameplay.

Tal transmissão é, aparentemente, a responsável pela corrupção que permeia a tal Cidade Pálida que percorremos no game; ela é responsável por corromper, supomos, “seres humanos” em tal local, em um nível verdadeiramente absurdo.

Little Nightmares II

O que temos, na forma de NPCs, são monstruosidades sem igual. Criaturas que parecem ter sido despidas de quaisquer instintos e características humanos, e parecem ter saído de alguma pintura de Hieronymus Bosch.

Aprimorando o que já era bom

Little Nightmares II também traz melhorias, digamos, em relação a seu antecessor. Além de ser um jogo um pouco maior, em termos de duração, ele também traz como coadjuvante a icônica Six do primeiro jogo.

Little Nightmares II

Six, aliás, ajuda bastante durante o gameplay, seja fornecendo aquele help bem vindo, ajudando Mono a alcançar lugares altos (fazendo “escadinha”), seja indicando o caminho correto a seguir, etc.

Little Nightmares II

A relação entre os dois, por sua vez, é bastante próxima, mesmo que nenhuma palavra seja trocada entre ambos. Ah, sim: é possível chamar Six, e o que temos então são pequenos “Psiu”, “Hei”, “Hello”, e por aí vai.

Isto é extremamente útil, em diversos momentos, e se faz imprescindível nos derradeiros momentos do jogo, mas em relação a isto nada direi, para evitar o risco de spoilers.

Little Nightmares II

Além de tudo isto, em cenários em 2.5D, o que temos na verdade é quase que um 3D. Algo um pouco parecido com aquilo que temos em Trine 3.

 Mono e Six podem explorar a profundidade dos cenários, e muitas vezes caminharem em direção ao “fundo” ou então no sentido “do jogador”.

Little Nightmares II

Espere, assim sendo, por muitas perseguições durante as quais tudo isto é utilizado com maestria; perseguições, diga-se de passagem, extremamente tensas, perigosas e assustadoras.

Os controles de Little Nightmares II permanecem praticamente inalterados em relação ao título anterior da série, e quem jogou este último se sentirá praticamente “em casa”.

O horror de Little Nightmares II

O jogo nos deixa inquietos desde seu início, quando somos perseguidos por um brutamontes encapuzado munido de uma escopeta através de uma densa floresta.

Agir furtivamente é essencial, quase sempre, e o jogador incauto fatalmente aprenderá que esta é a melhor forma de ação, em Little Nightmares II.

Mono deve andar quase sempre em meio às sombras, se escondendo atrás de móveis carcomidos pelo tempo, se movendo rapidamente enquanto monstruosidades as mais diversas estão de costas, etc.

Little Nightmares II

É um fato, aliás, que o jogo nos apresenta a muita subjetividade. Assim sendo, muitos jogadores poderão compreender diversos elementos vistos em tela de diferentes maneiras.

Mono e Six se movem através de cenários repletos de móveis, pelo menos para eles, gigantes. Portas que exigem enorme esforço para que suas maçanetas sejam alcançadas também são uma constante no jogo.

Little Nightmares II

Criaturas grotescas literalmente comem as pequenas crianças, engolindo-as, fazendo seus pequenos corpos desaparecerem em suas enormes bocas, caso o devido cuidado não seja tomado.

Aliás, a “professora” monstruosa de um dos primeiros níveis do jogo (LN2 possui cinco capítulos) é um caso à parte, sem contar que “monstros” gigantescos simplesmente esmagam as crianças, caso com elas topem.

Os próprios cenários do jogo são extremamente intimidadores, e a câmera não se cansa de deixar bem claro o quão diminutas são as duas crianças em relação àquilo tudo.

Little Nightmares II

Fica em dúvida, o tempo todo, se estamos em meio a alguma representação de um pesadelo, ou se estamos em algum tipo de realidade alternativa, na qual os dois garotos foram infelizmente lançados.

Há também o “Homem Pálido”, o “Homem Fino”, com seu corpo assustadoramente longo, o qual persegue o protagonista e Six nos estágios mais avançados do gameplay. Esta criatura, por si só, já é motivo para grande pânico.

Combates e “chefes”

Little Nightmares II “brinca” bastante com nosso imaginário, e nos deixa em dúvida quase sempre a respeito do fato de estarmos ou não imersos em um grotesco pesadelo.

O jogo também traz, pasme, alguns combates contra certas entidades bastante malignas e horrendas, bem como combates contra outras criaturas menores.

Little Nightmares II

Claro, espere por bastante dificuldade no manuseio de martelos, machados e até mesmo escopetas, por parte de Mono e Six; afinal de contas, estamos falando a respeito de duas pequenas crianças em um mundo onde tudo é exageradamente grande (à partir da perspectiva dos dois).

Os sustos não cessam, do início ao fim do jogo, e tudo é bastante incrementado pela excelente trilha sonora, a qual, aliás, faz parte da edição de luxo do mesmo (composta por Tobias Lilja, da própria Tarsier Studios).

Algumas considerações finais

Little Nightmares II é uma aventura densa e repleta de sustos, do início ao fim. O jogador jamais se sente confortável, durante o gameplay, e a jornada é intensa e cheia de puzzles.

Aliás, tais puzzles são extremamente variados, tanto em termos de concepção quanto no que diz respeito às dificuldades impostas: temos quebra-cabeças bem diferentes, com diversos níveis de dificuldade, e sempre dentro do escopo da narrativa.

Se você gosta de jogos de terror que te deixam tenso do início ao fim, além de narrativas repletas de subjetividade, vá sem medo. Little Nightmares 2 é um dos grandes lançamentos de 2021.

Aliás, o final do jogo é extremamente tenso. Ele apresenta ao jogador momentos, cenários, mistérios e personagens amplamente intensos, além de perturbadores. Um verdadeiro “soco no estômago”.

Ficha técnica

Título: Little Nightmares II

Gênero: Terror, Aventura, Plataforma, Puzzle

Desenvolvedora: Tarsier Studios

Publisher: BANDAI NAMCO

Data de lançamento: 11 de Fevereiro de 2021

Plataformas: PC, Xbox One, PlayStation 4

Versão analisada: PC

Pin It on Pinterest