Project Genesis é um indie game que tem atraído bastante a minha atenção nos últimos tempos. Tenho acompanhando com grande interesse todas as novidades divulgadas pela 8 Circuit Studios, em parte devido à minha grande apreciação por temáticas espaciais, mas também devido ao fato de que o título se mostra bastante promissor.

Testes fechados do jogo já foram inclusive realizados, com a participação de jogadores que se inscreveram através do site oficial do mesmo ou então que participaram de discussões através do Discord. Vídeos de gameplay de tais testes foram também divulgados, e eles são bem interessantes, como o abaixo, por exemplo (o novo vídeo está no final desta notícia):

Project Genesis conta com naves de diversos tipos e tamanhos, incluindo enormes capital ships, a quais poderão ser abordadas pelos jogadores, os quais a partir daí deverão participar de combates em primeira pessoa, empunhando armas, digamos, tradicionais.

Um novo vídeo foi divulgado hoje, e além das empolgantes batalhas espaciais (e dos belos gráficos), podemos observar um pequeno trecho com tais “momentos FPS”: isto é algo que eu desejava ver desde quando tomei conhecimento do título, vale ressaltar.

Project Genesis

Além disso, a desenvolvedora divulgou hoje algumas novidades bastante interessantes a respeito de Project Genesis. O jogo, que anteriormente comportava até 8 jogadores em cada partida (4 contra 4), passou a comportar 10 (cinco contra cinco), e atualmente já comporta 16 jogadores (8 contra 8). Isto se deve a melhorias no netcode do jogo, além da adição de mais dois servidores extras, sendo que 16 jogadores foram capazes de jogar com folga em apenas um dos servidores.

Em futuras atualizações, além disso, haverá um modo diferente para a abordagem de naves diversas, incluindo as gigantescas capital ships. Atualmente, isto se dá através da aproximação e da subsequente utilização da tecla “E”. Futuramente, haverá um “Assault Pod” que transportará os personagens até as naves a serem abordadas, o qual abrirá então o necessário rombo nos cascos. Isto, obviamente, após os escudos das respectivas naves terem sido derrubados.

Obs: através deste link você pode observar um dos “Assault Pods”, e até mesmo manipulá-lo em 3D.

A 8 Circuit Studios também menciona que em futuras atualizações serão realizadas diversas melhorias no HUD do jogo, tanto enquanto no controle das naves quanto dentro das mesmas, em combates em primeira pessoa.

Isto sem falar que a empresa contratou (e pretende contratar mais) mais artistas, animadores e profissionais diversos para cuidar de diversos detalhes envolvendo os interiores das naves (valendo lembrar que o título utiliza a Unreal Engine 4).

Project Genesis

Cuidados especiais também serão dados aos diversos ambientes nos quais ocorrerão os combates espaciais no jogo, desde os sistemas estelares em si até nebulosas e cinturões de asteroides.

É muito bacana acompanhar um projeto como este. Project Genesis é um indie game, em desenvolvimento por um pequeno estúdio que parece estar dando o máximo de si para criar um game envolvente, bonito e divertido, com uma ambientação realmente fantástica, a qual muito provavelmente será capaz de cair no gosto daqueles, como eu, fascinados pelo espaço sideral e por todos os assuntos a ele relacionados (Elite Dangerous que o diga).

Enquanto isso, fique com o novo vídeo de gameplay do jogo, o qual foi gravado durante uma partida com 16 jogadores online, e inclui um breve momento de combate em primeira pessoa, dentro de uma gigantesca capital ship:

Pin It on Pinterest