A franquia Plants vs. Zombies sempre me encantou, desde seu primeiro jogo, lançado em 2009. Era uma mistura entre estratégia e tower-defense, com altíssimas doses de humor. Aliás, de lá para cá, alguns outros títulos da franquia foram lançados, inclusive para dispositivos móveis. Tivemos, por exemplo Plants vs. Zombies: Garden Warfare e Plants vs. Zombies: Garden Warfare 2, ambos bastante divertidos.

E eis que em 2019 temos o prazer de poder jogar outro game da famosa, icônica e divertidíssima série: Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville. Recebi acesso ao jogo, graças à gentileza da assessoria de imprensa da Electronic Arts, o qual será lançado oficialmente em 18 de Outubro de 2019, e irei a partir de agora comentar a respeito do mesmo.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Trata-se de um jogo de tiro com perspectiva em terceira pessoa onde, como já de praxe, Plantas devem combater Zumbis. Sabe aquela “guerra eterna”? Então. O jogo está disponível para PC, através do Origin, para PlayStation 4 e para Xbox One.

Vale ressaltar, entretanto, que trata-se da Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville Founder’s Edition, uma espécie de versão de “Acesso Antecipado”, lançada no último dia 04 de Setembro.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

A Founder’s Edition está sendo vendida por um preço promocional (US$29,99 – R$ 119,00 no Origin, para PC) até o dia 30 de Setembro ( até as 13h30, horário de Brasília), tanto para PS4, quanto para PC e Xbox One.

Após tal data, teremos finalmente a disponibilização da versão Standard do jogo, a qual custará R$ 159,00 (todos os que adquiriram a “Edição de Fundador” receberão a atualização gratuitamente).

Sobre Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville Founder’s Edition

A edição “Founder” (Fundador) oferece algumas recompensas bastante interessantes durante as quatro primeiras semanas (desde que o jogador faça login semanalmente), além de um servidor público do Discord para troca de ideias com a equipe de desenvolvimento e “atualizações com novas experiências de jogo semanais por meio das postagens nas Notícias de Neighborville e live stream semanal dos desenvolvedores de PvZ em ‘Ao vivo de Neighborville’“. Isto sem falar no preço mais baixo, obviamente.

É importante ressaltar que quem adquirir o jogo durante este período de Acesso Antecipado, contará com novo conteúdo lançado semanalmente, até o lançamento global de Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville, em 18 de Outubro.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

No último instante – PvP

Além disso, todo o progresso obtido será mantido quando do lançamento da versão Standard, completa. Durante as semanas que antecedem o lançamento do jogo de tiro extremamente hilário, novos modos de jogo serão adicionados, além de novas regiões e recursos. Clique aqui para obter acesso ao calendário de lançamento.

Jogando Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Logo de início gostaria de dizer uma coisa: o jogo é lindíssimo e divertidíssimo. Temos o já conhecido conflito entre Plantas e Zumbis, como de praxe, além de muitos personagens jogáveis. Além disso, existem personagens focados no ataque, personagens focados na defesa, e personagens focados no suporte.

É possível alternar entre plantas e zumbis facilmente, e o jogo passa inclusive a sensação de que estamos em uma  espécie de hub, ou central (Parque Eufórico), a qual fornece acesso a diversas atividades e áreas divertidas.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Trata-se de uma área aberta, na qual encontramos também outros jogadores e podemos com eles conversar, além de partir para as divertidíssimas partidas multiplayer.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Em meus testes, gostei muitíssimo da personagem “Disparervilha”, a qual é extremamente versátil. Ela é capaz de causar bastante dano explosivo e conta com 3 habilidades/poderes/armas distintos: um feijão explosivo, uma ervilha vitaminada, a qual permite que ela pule, corra, atire e se movimente, de forma geral, mais rapidamente, e a habilidade “torre”, através da qual ela se transforma em uma torre poderosa (lembra até o Bastion, de Overwatch).

Jamais pensei que fosse gostar tanto de outro título da franquia PvZ desde o primeiro, até que coloquei as mãos em Batalha por Neighborville. O jogo, além disso, é bastante leve, e permite que os jogadores explorem livremente um amplo mundo aberto, repleto de atividades (lembrando sempre o cronograma de lançamentos semanais da Founder’s Edition, até 18 de Outubro).

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

É possível customizar os personagens de diversas maneiras, e existem até mesmo máquinas que vendem XP (pontos de experiência), através da utilização de moedas de ouro que ganhamos ao participar das atividades do jogo (como partidas multiplayer, por exemplo).

O PvP de Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville é muito divertido, e não demora muito para encontrarmos partidas divertidíssimas, repletas de jogadores. O elemento “Zumbis versus Plantas” representa sempre algo bastante divertido, no universo da franquia, e a quantidade de personagens com os quais podemos jogar já é bastante grande (são vinte, no total).

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Aliás, vale lembrar que nenhum personagem, seja ele Zumbi ou Planta, é igual a outro: cada um deles possui suas próprias características, habilidades e aparência, sendo que também podemos personalizá-los de diferentes maneiras “cosméticas”.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Além disso, podemos escolher várias “melhorias”, as quais são aplicadas a cada um deles e funcionam nos momentos de necessidade, durante o PvP, de forma passiva. Por exemplo, existe uma melhoria que faz com que você dê “respawn” com mais vida após sofrer várias derrubadas em sequência, e por aí vai.

Tudo isto pode ser reavaliado a qualquer momento, também: você pode optar por novas melhorias, substituindo as já em uso, à qualquer momento (desde que esteja na central, no tal “hub” que eu citei acima).

Os gráficos de Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville são lindos, isto é impossível negar. Eles pendem, obviamente, mais para o estilo cartoon, mas ainda assim são extremamente bonitos e agradáveis, e não comprometem em nada o gameplay. Eles estão bem de acordo, aliás, com os dois Garden Warfare já lançados.

O game também permite que o jogador participe de estandes de tiro ao alvo, além de permitir a entrada em áreas de com sessões privadas para jogatina contra a inteligência artificial (para efeitos de treinamento).

Há também o Centro da Cidade, onde zumbis estão capturando as Plantas e forçando-as a dançar (não sei quanto a você, mas acho tudo isto extremamente hilário). É possível viajar para tal local, dominado por um tal “Zumbi Boa Pinta”, concluir os objetivos e, de quebra, ainda ganhar várias recompensas.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Todo o jogo é imbuído de grandes doses de humor. Isto é percebido logo de início, quando temos contato com um dos primeiros personagens, a Major Docinho: ela fornece algumas missões um tanto quanto inusitadas, as quais devem ser concluídas no modo solo.

Por enquanto, existem dois modos de jogo competitivos. Temos o “Dominação Territorial”, por exemplo, onde 24 jogadores podem participar ao mesmo tempo. Aqui, temos duas equipes, sendo que a equipe atacante precisa chegar até o objetivo enquanto a equipe defensora faz de tudo para evitar tal acontecimento. E temos o modo “Derrubadas em Equipe”, o qual é uma espécie de “mata-mata”.

Em suma, a missão do jogador é defender Neighborville (caso jogue como Planta), ou então fazer de tudo para causar enorme caos (caso jogue como Zumbi). Temos aqui, também, um game que é acessível a todas as idades.

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville

Plants vs. Zombies: Batalha por Neighborville já está disponível, com preço promocional, como já dito acima, sendo que a versão Standard será mundialmente lançada em 18 de Outubro de 2019. Fique de olho, caso goste da franquia. E caso não a conheça ainda, nunca é tarde demais para começar a se divertir.

Ah, e vale a pena também lembrar que o game está totalmente localizado em português do Brasil. Fique agora com o trailer de gameplay do título:

Pin It on Pinterest