Broken Lines encontra-se em desenvolvimento pelo estúdio dinamarquês PortaPlay, e será lançado oficialmente no próximo dia 25 de Fevereiro.

Graças à gentileza do GOG, obtive acesso a um preview build do game, o qual fornece acesso a duas missões. No título, o qual oferece ao jogador uma história ambientada em uma versão alternativa da Segunda Guerra Mundial, comandamos um grupo de soldados no Leste Europeu.

Broken Lines

Os soldados conversam entre si o tempo todo

Trata-se de um grupo de 8 soldados cujo avião caiu bem próximo às linhas inimigas. Cada um destes personagens possui seu próprio background, digamos. Sua própria personalidade, suas próprias habilidades, vantagens e fraquezas, digamos. Cada um deles, aliás, possui uma biografia própria, vale ressaltar.

Broken Lines

Através dos níveis de Broken Lines, o jogador deve atravessar territórios inimigos utilizando muita tática e habilidades dos personagens (no build que joguei, pude controlar uma equipe com 4 e outra com 5 soldados).

Broken Lines lembra bastante a franquia XCOM, e eu não pude deixar de me lembrar do ótimo XCOM: Enemy Unknown ao jogá-lo, guardadas as diversas e muitas diferenças e peculiaridades entre um e outro, obviamente.

Broken Lines

O jogo da PortaPlay oferece mecânicas bastante interessantes, capazes de tornar cada partida extremamente variada. Podemos flanquear inimigos e utilizar unidades para disparar fogo de supressão, enquanto utilizarmos outras unidades na operação de “flanking”.

Broken Lines, com seus belos gráficos cartunescos, pode enganar a muitos jogadores desavisados, pois trata-se de um jogo de estratégia em turnos com elementos de RPG bastante profundo, intenso e complexo.

Aliás, vale ressaltar que o jogador deve realizar determinadas escolhas, durante o gameplay, as quais influenciarão no desenrolar dos acontecimento, assim como implicarão na obtenção de diferentes finais na campanha.

Broken Lines

Broken Lines: um jogo com grande potencial

Temos aqui um jogo de estratégia em turnos com um grande potencial. Broken Lines é gostoso de se jogar, e bastante desafiador.

A ambientação na Segunda Guerra Mundial, além disso, é algo que me agrada muitíssimo, apesar de estarmos aqui falando a respeito de uma espécie de “universo alternativo”, de uma história fictícia.

Broken Lines

Para jogar, devemos controlar cada uma das unidades individualmente, durante a fase de planejamento. “Plantamos” waypoints ao longo do caminho, em direção ao território inimigo, à pontos de cobertura, a estruturas existentes no mapa, etc.

Fornecemos os comandos necessários, damos as ordens para a utilização de itens especiais, como granadas, por exemplo, solicitamos que determinada unidade mire em determinado inimigo. E assim por diante.

Terminada a fase de planejamento, basta clicarmos no enorme botão “Play” no canto inferior direito para que a ação seja iniciada, com todas as nossas determinações então sendo levadas à cabo.

Diferentes soldados contam com diferentes habilidades, armas e traços de personalidade, os quais podem influenciar de forma bastante direta a ação no campo de batalha.

Broken Lines

Vale também destacar que tão logo a ação é iniciada, ou seja, tão logo o jogador sai da fase de planejamento, as unidades atirarão automaticamente em qualquer inimigo porventura avistado (por exemplo, em casos em que a “fog of war” o tenha coberto durante o planejamento).

Cada fase de ação leva cerca de 10 segundos, mas também pode ser, digamos, interrompida temporariamente caso um inimigo se apresente, como eu disse acima.

Broken Lines

Unidades podem utilizar cobertura de diversas maneiras, agachadas ou em pé, e isto afeta positiva ou negativamente, dependendo da situação, suas chances de atingir os inimigos.

Finalizando

Vale lembrar que cada uma de suas unidades possui sua própria personalidade. Cada uma delas é diferente. Única. Isto pode influenciar bastante no momento da ação: algumas podem entrar em pânico e algumas podem até mesmo desertar, o que será, obviamente, muito ruim para sua equipe.

A história também é um dos pontos fortes de Broken Lines, incluindo o background pessoal de cada um dos soldados.

Broken Lines

O jogo ainda conta com soldados femininos, o que é bastante interessante e bem vindo, a meu ver. Broken Lines é bastante promissor, apresentando esta interessante mescla entre RPG, tática, estratégia em turnos e enredo bem elaborado.

O jogo será lançado, vale lembrar mais uma vez, no próximo dia 25 de Fevereiro. Fique de olho:

GOG.com

Pin It on Pinterest