Um jogo bastante interessante foi anunciado: Crimson Resonance, do pequeno estúdio independente holandês Tweetal. Trata-se de uma espécie de shoot ‘em up que o estúdio muito apropriadamente define como um “Suck ‘n’ Shoot”.

Isto porque, no jogo, a matéria dos inimigos poderá ser sugada e utilizada contra eles próprios, através de um dispositivo presente no veículo voador que o jogador controlará. Funciona mais ou menos assim: cada inimigo, ao morrer, deixará um enxame de pequenas criaturas que então perseguirão o jogador.

Tais criaturas serão hostis, obviamente, mas Crimson Resonance permitirá que, através do dispositivo acima mencionado, o jogador as sugue e então as utilize como munição para seus canhões. Bastante interessante, não?

Crimson Resonance

E a coisa fica ainda melhor, pois, conforme informações do próprio estúdio, quanto mais inimigos forem derrotados, mais munição haverá para os canhões da nave do jogador. Vale destacar que a matéria deixada pelos inimigos mortos, portanto, poderá ser ao mesmo tempo benéfica e maléfica, dependendo das ações do jogador.

Em desenvolvimento através do GM: Studio, Crimson Resonance é obra de um estúdio composto por apenas 2 pessoas: Tobias van Zanten, responsável pela música e pelos efeitos sonoros, e Lars Warink, responsável pela arte e pelo código; ainda segundo o pessoal do estúdio, o game contará com uma trilha sonora industrial.

Crimson Resonance

O dispositivo acima mencionado, aliás, o qual será capaz de sugar a matéria dos inimigos, também poderá empurrar e mover diversos objetos, manipular mecanismos os mais diversos a fim de resolver os puzzles apresentados, e disparar. Aparentemente, pelo que tudo indica, também teremos outra “história sem palavras”, quem sabe, talvez, nos mesmos moldes de GRIS e FAR: Lone Sails. O jogo contará com uma atmosfera bastante sombria, também, com tons negros e inimigos bastante estranhos (para não dizer assustadores).

Crimson Resonance

Tudo em Crimson Resonance parece interessante e instigante. O jogador deverá, pelo que parece, tomar bastante cuidado com os enxames de criaturas perseguidoras, os quais surgirão tão logo inimigos maiores forem derrotados, sugando-os rapidamente para facilitar o progresso e “limpar” o caminho adiante.

A atmosfera do jogo me lembra bastante, aliás, de LIMBO, apesar de estarmos aqui falando a respeito de jogos com temáticas e estilos bem distintos. Mas tudo no jogo da Tweetal me parece bastante dark, escuro, misterioso, sombrio. E eu confesso que gostei bastante do pouco que vi até agora!

Infelizmente, a data de lançamento de Crimson Resonance ainda está distante. Segundo a Tweetal, o jogo chegará ao mercado entre o final de 2019 e o início de 2020, inicialmente para PC. Também foram mencionadas as plataformas Nintendo Switch e Playstation Vita, mas estas não estão confirmadas.

Enquanto isso, fique com alguns trailers deste curioso título:

Pin It on Pinterest